ENTRETENIMENTO

Após cancelamento de show, fãs de Zé Neto e Cristiano se revoltam e dupla sai escoltada

Os rumores de que a dupla não estava no local do show começaram a circular pelas redes sociais.

Publicados

em

A noite desta quinta-feira (28) era de animação em João Monlevade, Minas Gerais. Isso porque era véspera de aniversário da cidade e estava marcado o show da dupla sertaneja Zé Neto e Cristiano na cidade. Contudo, a plateia se revoltou quando o show foi cancelado e o ônibus da dupla precisou ser escoltado pela polícia.
Zé Neto foi diagnosticado com sinusite e teve que ir para o hospital. O problema foi causado porque o cancelamento só foi feito depois de 3 horas de evento, que também contou com a apresentação de outros artistas. Os rumores de que a dupla não estava no local do show começaram a circular pelas redes sociais.

“O povo ficou revoltado mesmo. Muita gente gastou dinheiro com roupas, deixou de fazer outras programações para irem ao evento e, do nada, foi cancelado? Falta de respeito da assessoria deles”, afirmou a radialista.

Para garantir a integridade da equipe e do veículo, a Polícia Militar escoltou o ônibus da dupla até o limite da cidade, na BR-381.

O problema foi causado porque o cancelamento só foi feito depois de 3 horas de evento, que também contou com a apresentação de outros artistas. Os rumores de que a dupla não estava no local do show começaram a circular pelas redes sociais.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Paróquia São João Batista celebra aniversário do município de Selvíria
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Após criticar Lei Rouanet, vazam valores milionários que Zé Neto & Cristiano ganharam

De acordo com os documentos vazados, a soma dos valores chegam a somar R$ 3 milhões de reais com dinheiro público

Publicados

em

A polêmica está longe de terminar! Tudo começou quando o cantor Zé Neto, da dupla com Cristiano fez um discurso durante um show, apoiando Jair Bolsonaro, por conta da Lei Rouanet, e ainda alfinetou Anitta, criticando sua tatuagem íntima. Já na tarde deste sábado (14), o jornalista Demétrio Vecchioli, denunciou o valor recebido pela dupla, de prefeituras, sem licitação.

 

“Zé Neto & Cristiano atacam quem capta recursos da Lei Rouanet, federal. Mas eles vivem de receber muito dinheiro de prefeituras pequenas, sempre sem licitação. Alguns exemplos no fio:” escreveu Demétrio.

Durante um show, no Mato Grosso, o cantor Zé Neto, criticou os artistas que utilizam da Lei Rouanet e apoiou a decisão do presidente Jair Bolsonaro de ter vetado o repasse de verbas à Lei e pra completar, ainda alfinetou Anitta, citando a tatuagem íntima feita por ela.

“Estamos aqui em Sorriso, no Mato Grosso, um dos estados que sustentaram o Brasil durante a pandemia. Nós somos artistas e não dependemos de Lei Rouanet, nosso cachê quem paga é o povo. A gente não precisa fazer tatuagem no ‘toba’ para mostrar se a gente está bem ou não. A gente simplesmente vem aqui e canta e o Brasil inteiro canta com a gente”, disse Zé Neto.

Na tarde deste sábado (14), o jornalista Demétrio Vecchioli, publicou através de seu perfil oficial no Twitter, uma série de denúncias envolvendo a dupla Zé Neto & Cristiano, comprovando que eles recebem muito dinheiro de prefeituras e sem licitação. Ele ainda divulgou uma tabela com altos valores recebidos pelos cantores.

Leia Também:  Chuva e frio continuam em Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira

De acordo com os dados divulgados pelo jornalista é possível observar a quantia milionária que eles recebem de dinheiro público como por exemplo: R$ 400 mil de Sorriso (MT), R$ 250 mil de Itabaiana (SP),  R$ 253 mil de Colina (SP), dentre outros exemplos, que somados, chegam a aproximadamente R$ 3 milhões.

“Podemos ficar aqui até amanhã. Isso é só o que se acha na primeira página de uma busca no Google. É errado receber dinheiro público pra fazer show ? Não é. É lazer pra população. Mas, se for falar contra a Rouanet, então abre mão dessa grana. Se não é demagogia”, escreveu Demétrio

 

Escreva a legenda aqui

 

 

 

Por EDUARDO ELIAS
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA