SAÚDE

Sem leitos, Mato Grosso do Sul transfere pacientes para São Paulo neste domingo

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, 251 pessoas cadastradas na fila por leitos Covid. Em Campo Grande são 168 pessoas

Publicados

em

Mato Grosso do Sul vai transferir para São Paulo cinco pacientes Covid neste domingo (06), por falta de leitos. 

O transporte deve ser realizado às 16h de hoje e veio após reunião entre representantes da SES, instituições de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Campo Grande além do Ministério da Saúde e da Defesa.

Os pacientes que serão transferidos estão internados em unidades de saúde de Campo Grande, e tiveram permissão das famílias para transferência.

”Seremos eternamente gratos com São Paulo, assim como Rondônia por essa ajuda tão importante neste momento crítico que Mato Grosso do Sul está enfrentando”, agradeceu o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

A previsão é que o avião decole às 16h de Campo Grande, com destino ao aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP).

De acordo com a secretaria de Saúde, os pacientes serão encaminhados para o Hospital Geral Vila Penteado e o Hospital Estadual Metropolitano Santa Cecília.

LEITOS EM MS

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, 251 pessoas cadastradas na fila por leitos Covid. Em Campo Grande são 168 pessoas.

O total de internados é de 1.287, sendo 740 em leitos públicos (548 públicos; 192 privados) e 547 pacientes internados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), (421 leitos públicos; 126 leitos privados).

Na macrorregião de Campo Grande, uma taxa de ocupação de leitos UTI Sus é de 108%; na macrorregião de Três Lagoas, um taxa é de 98%; em Dourados é de 92% e na macrorregião de Corumbá a taxa é de 93%.

Até hoje, o Estado transferiu 09 doentes. nove pacientes para o Estado de Rondônia. Na quarta-feira (2.6) foi transferida uma paciente do município de Bonito. 

Na sexta-feira (4.6) foram transferidos sete pacientes de Dourados e neste sábado foi transferido paciente de Itaquiraí que estava internado no município de Eldorado.

Até a publicação da matéria, a Secretaria de Estado de Saúde (Ses) não informou quantos doentes serão transferidos

 

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Brasil antecipou mais de 16 milhões de doses de vacinas, diz Queiroga
Propaganda

SAÚDE

Mato Grosso do Sul já vacinou 51,8% da população adulta contra Covid-19

Publicados

em

Levantamento nacional destaca que Mato Grosso do Sul já vacinou metade da população adulta. Isto significa que a cada dois sul-mato-grossenses adultos, um já tomou uma dose de imunizante contra a Covid-19. Os dados divulgados nesta terça-feira (22) apontam que 1.077.335 tomaram a primeira dose de vacina contra a Covid-19, o que corresponde a 51,8% de vacinados adultos. E 405.021, que corresponde a 19,5%, já foram imunizados com a segunda dose de vacina.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, o motivo é de muita comemoração. “Temos trabalhado muito para ocuparmos esta posição e acredito que vamos ser o primeiro Estado do país a sair desta pandemia. Para que isto aconteça é preciso que os municípios continuem vacinando no sábado e no domingo. Assim, as vacinas que chegam em nosso Estado, queremos que a imunização aconteça na maior velocidade possível. É uma corrida que salva vidas”.

Mato Grosso do Sul está como o único Estado que apresenta maior percentual de população alvo vacinada com a segunda dose. Desde o começo da imunização no Brasil, o Estado sempre manteve desempenho excelente na vacinação contra a Covid-19, estando nas primeiras colocações no índice de imunização e liderando por semanas o ranking nacional.

Leia Também:  Brasil goleia seleção peruana e segue 100% na Copa América

Segundo Geraldo Resende, o trabalho qualificado tanto na distribuição como na vacinação da população do Estado “é fruto da parceria da SES (Secretaria Estadual de Saúde) com as secretarias municipais e prefeitos, neste trabalho em conjunto para imunização”.

Vacinação

O primeiro lote chegou ao Estado em 18 de janeiro deste ano, com 158,7 mil doses da Coronavac e desde então, a população já teve acesso a doses das vacinas Coronavac, AstraZeneca e Pfizer, que foram enviadas pelo Ministério da Saúde, dentro do Programa Nacional de Imunização (PNI) para Mato Grosso do Sul.

Rodson Lima, SES

Foto: Saul Schramm

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA