SAÚDE

Saúde de Selvíria realiza cirurgias de catarata

Publicados

em

A Prefeitura de Selvíria, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, com recursos próprios e por processo de licitação vencido pelo Instituto de Olhos Três Lagoas (Dr. Bonini) realizou um mutirão de cirurgias de cataratas. Na primeira etapa que ocorreu na sexta-feira (12) foram 15 procedimentos, já nos dias 18 e 19 foram realizadas 33 cirurgias. Os pacientes que aguardavam na fila de espera foram atendidos pela equipe contratada e agora se recuperam do procedimento cirúrgico.

“Este mutirão foi importante para que estas pessoas voltem a enxergar melhor e ter mais qualidade de vida. Estamos trabalhando para zerar a fila de espera e queremos dar andamento a este tipo de ação e reduzir também o número de pessoas que aguardam por cirurgias como esta”, afirmaram o secretário municipal de Saúde Edgar Barbosa dos Santos e a diretora administrativa do CEM Camila Dante da Silva.

Sobre a catarata: A catarata acontece quando a lente natural do olho – chamada de Cristalino – fica opaca, fazendo com que a visão perca nitidez. A causa principal é o envelhecimento natural do cristalino ao longo da vida. Existe também a catarata congênita, na qual o bebê já nasce com catarata (forma mais rara) e causas secundárias como o uso crônico de corticoide, doenças metabólicas e diabetes. O tratamento da catarata é cirúrgico, não havendo outro procedimento ou medicamento para reverter o quadro.

Leia Também:  TSE recebe sete registros de candidatura à presidência da República

Por: ASSECOM – Assessoria de Comunicação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Anvisa analisa cinco pedidos para diagnóstico da varíola dos macacos

Todos os pedidos de registro já tiveram a análise iniciada

Publicados

em

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou, nesta quinta-feira (11), o balanço dos pedidos de registro de produtos para o diagnóstico de varíola dos macacos. No total, foram cinco pedidos e todos já tiveram sua análise iniciada.

Segundo a agência, os dois primeiros produtos foram Viasure Monkeypox Virus Real Time PCR Detection Kit, fabricado na Espanha pela empresa CerTest Biotec, e Monkeypox Virus Nucleic Acid Detection Kit, fabricado na China pela empresa Shanghai BioGerm Medical Technology. Ambos são ensaios moleculares, passaram pela avaliação do corpo técnico da Anvisa e aguardam complementação de informações por parte das empresas solicitantes para continuidade da análise.

O terceiro produto, que teve o pedido de registro submetido no dia 8 de agosto, também é um ensaio molecular e corresponde ao Standard M10 MPX/OPX, que tem como fabricante legal a empresa nacional Eco Diagnóstica, mas que tem parte da sua produção ocorrendo em outro país. A análise técnica da documentação está em curso.

Os pedidos mais recentes deram entrada na quarta-feira (10). Um deles, o Monkeypox Virus Antigen Rapid Test, o primeiro pedido relacionado a teste rápido para detecção de antígeno, fabricado pela empresa chinesa Shanghai BioGerm Medical Technology, e o produto Kit Molecular Monkeypox (MPXV) Bio-Manguinhos, fabricado no Brasil pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos.

Leia Também:  Lutadores disputam o 1º Selva Thai em Selvíria

Em nota, a Anvisa destacou que a prioridade é “a avaliação de todos os pedidos de registro de produtos para diagnóstico in vitro que possam ser utilizados como recurso para o enfrentamento da monkeypox [varíola dos macacos, em inglês]”.

Edição: Fernando Fraga

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA