SAÚDE

Estados e municípios criam páginas com dados diários da vacinação

Publicados

em

A vacinação contra a covid-19 teve início há pouco mais de um mês e para auxiliar no acompanhamento do número de pessoas vacinadas, os governos estaduais e municipais passaram a divulgar um “vacinômetro”.

A página é uma espécie de banco de dados que registra, entre outras informações a quantidade de quem já tomou algum tipo de imunizante contra a doença, locais de vacinação e os grupos que estão sendo vacinados.Também é possível obter as informações por município.

O Ministério da Saúde disponibiliza também uma ferramenta com informações sobre o registro das doses aplicadas da vacina. Os dados sobre as coberturas vacinais podem ser acessados por meio de um painel on-line, no LocalizaSUS (https://localizasus.saude.gov.br/).

O cidadão pode acompanhar, pela internet, o panorama de aplicação das vacinas por estado e nas capitais. Em alguns casos, entretanto, as informações não estão atualizadas.

Acre (AC) – Na página é possível ter acesso ao boletim do governo com dados sobre a campanha de vacinação.

Rio Branco – Na página é possível ter acesso ao boletim da prefeitura com dados sobre a campanha de vacinação.

Alagoas (AL) – Veja a página.

Maceió – A prefeitura não disponibiliza um vacinômetro.

Amapá (AP) – Veja a página.

Macapá – Veja a página.

Amazonas (AM) – O estado disponibiliza as informações sobre a vacinação na página.

Manaus – A prefeitura criou um vacinômetro para divulgar o número de pessoas vacinadas.

Bahia (BA) – No estado, é possível acompanhar as informações sobre a vacinação na página.

Salvador – A capital também tem um portal onde é possível acompanhar a quantidade de pessoas vacinadas.

Leia Também:  Temporada de pesca começa com cota de 2020 valendo: um exemplar e cinco piranhas

Ceará (CE) – O vacinômetro está disponível na página.

Fortaleza – Na capital, o vacinômetro pode ser acessado aqui.

Distrito Federal (DF) – O vacinômetro do DF está disponível na página.

Espírito Santo (ES) – O vacinômetro está disponível na página.

Vitória – Veja aqui as informações.

Goiás (GO) – Na página é possível obter informações sobre a vacinação o estado.

Goiânia – a capital não dispõe de uma página com dados sobre vacinação.

Maranhão (MA) – O vacinômetro está disponível na página.

São Luís – Na página é possível acessar os dados sobre a vacinação na capital.

Mato Grosso (MT) – O estado não possui um vacinômetro com informações sobre as doses já aplicadas.

Cuiabá – Acompanhe os dados.

Mato Grosso do Sul (MS) – O vacinômetro pode ser acessado pela página.

Campo Grande – A prefeitura não dispõe de uma página com informações sobre a vacinação.

Minas Gerais (MG) – O vacinômetro está disponível na página.

Belo Horizonte – Veja os dados.

Pará (PA) – O vacinômetro pode ser acessado na página.

Belém – A prefeitura não dispõe de uma página com informações sobre a vacinação.

Paraíba (PB) – O vacinômetro pode ser acessado aqui.

João Pessoa – Acompanhe pelo site.

Paraná (PR) – O estado não disponibiliza um vacinômetro para acompanhar a evolução da vacinação.

Curitiba – A prefeitura não possui uma página com dados sobre a vacinação contra a covid-19.

Pernambuco (PE) – O governo do estado não disponibiliza um vacinômetro para acompanhar a evolução da vacinação.

Leia Também:  Prefeito José Fernando e os Vereadores, receberam a visita do Coordenador Regional do Estado Jorge Martinho, hoje.(01/03) em Selviria

Recife – Acompanhe os dados aqui.

Piauí (PI) – O vacinômetro pode ser acessado aqui.

Teresina – A prefeitura disponibiliza página com dados sobre a vacinação.

Rio de Janeiro (RJ) – O vacinômetro pode ser acessado aqui.

Rio de Janeiro – Acompanhe os dados aqui.

Rio Grande do Norte (RN) – O estado possui uma página, a RN + Vacina. A página também é uma espécie de cartão de vacinas virtual, onde é possível monitorar as doses aplicadas.

Natal – Veja aqui a informação.

Rio Grande do Sul (RS) – O vacinômetro está disponível aqui.

Porto Alegre – o vacinômetro pode ser acessado aqui.

Rondônia (RO) – O vacinômetro está disponível nesta página.

Porto Velho – O vacinômetro do município registra apenas as vacinas aplicadas nos profissionais de saúde.

Roraima (RR) – O vacinômetro com informações sobre a aplicação das doses do imunizante pode ser acessado aqui.

Santa Catarina (SC) – O portal traz informações sobre a vacinação no Estado.

Florianópolis –  Confira aqui o vacinômetro.

São Paulo (SP) – O governo do estado tem um vacinômetro que pode ser acessado aqui.

São Paulo – a capital não dispõe de um vacinômetro, mas tem uma página onde é possível realizar o agendamento para receber o imunizante.

Sergipe (SE) – O dados sobre vacinação no estado podem ser obtidos acessando a página.

Aracaju – o município não possui um vacinômetro.

Tocantins (TO) – No estado, os dados sobre vacinação podem ser acessados aqui.

Palmas – O município não possui um vacinômetro.

Edição: Aécio Amado

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Ministério da Saúde envia sexta remessa com 27,8 mil doses de vacina contra o coronavírus para MS

Com a chegada das novas doses, MS soma mais de 250,5 mil doses de vacinas contra o coronavírus

Publicados

em

O Ministério da Saúde entrega a Mato Grosso do Sul, na manhã desta quarta-feira (3), a sexta remessa de 27.800 doses de vacina do Instituto Butantan – Coronavac – contra a Covid-19. Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, as novas remessas de vacina significam um alívio para o Estado para continuar a campanha de imunização.

“Fizemos todas as distribuições em menos de 24 horas, a última chegou a 12 horas e isto colocou o nosso Estado em primeiro lugar na distribuição de doses no país. Assim que o Ministério da Saúde fizer a distribuição, haveremos de acionar a nossa logística para enviar as novas remessas das vacinas o mais rápido possível aos municípios”, pontua o secretário.

Geraldo Resende ainda afirma que mantém contato com diversos secretários municipais onde cobra agilidade no processo de imunização, principalmente, para aqueles municípios que possuem população indígena aldeada.
“Quero que os municípios que têm essa população melhorem a performance de vacinação nas aldeias. Em paralelo, tenho procurado conversar com os todos os municípios para resolver questões pontuais para que nós possamos garantir eficiência no processo de aplicação da vacina assim como somos na distribuição das doses”, ressalta Resende.

Leia Também:  Prefeito José Fernando recebeu em seu gabinete ontem(02/03), mais um empresário com intenção de instalar sua empresa em Selviria.

Histórico das remessas
Mato Grosso do Sul já recebeu 222.746 (vacinas), em quatro carregamentos enviados pelo Ministério da Saúde. A primeira (remessa) chegou no dia 18 de janeiro, com um lote de 158,7 mil doses da vacina Coronavac.
O segundo lote desembarcou no Estado em 24 de janeiro, com 22 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford. Já o terceiro lote foi chegar ao Estado em 25 de janeiro, em um reforço de mais 10,2 mil doses da Coronavac. A quarta remessa com 32 mil doses de vacina contra a Covid-19 chegou no dia 7 de fevereiro. A quinta remessa de 35.700 doses, sendo 22.500 doses da AstraZeneca/Oxford e 13.200 doses da Coronavac chegou no dia 24 de fevereiro.
Dados do “Vacinômetro”, mostram nesta quarta-feira (24), que já foram aplicadas no Estado 164.601 doses de vacinas, o que representa o índice de 4,10% da população total do Estado já vacinada.

Rodson Lima, SES
Foto: Edemir Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA