REGIÃO

Suzano e Senai prorrogam prazo de inscrições do curso para pessoas com deficiência em Três Lagoas (MS)

Com 16 vagas disponíveis exclusivamente para PcDs, prazo para se inscrever no curso de Auxiliar de Produção de Celulose encerra-se no dia 9 de maio, pelo site da Fiems http://www.ms.iel.org.br/

Publicados

em

A Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, prorrogou até o dia 9 de maio o prazo das inscrições do curso de Auxiliar de Produção de Celulose exclusivo para PcDs (Pessoas com Deficiência) em Três Lagoas (MS). Com 16 vagas disponíveis, a qualificação faz parte do Programa Somar – PcD da empresa, desenvolvido em parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), com o objetivo de promover a inclusão e a equidade de oportunidades para pessoas com deficiência no setor de celulose em Mato Grosso do Sul.

Para participar do processo seletivo, é necessário atender aos seguintes pré-requisitos: ser PcD (candidatos e candidatas devem apresentar laudo médico atualizado dos últimos 12 meses); ter 18 anos ou mais; Ensino Médio completo; dispensa militar para homens; disponibilidade para estudar no horário vespertino (13h às 17h) e residir no município de Três Lagoas (MS). As inscrições devem ser realizadas pelo site da Fiems (Federação da Indústria de Mato Grosso do Sul), por meio do link http://www.ms.iel.org.br/, até às 17h do dia 9 de maio.

Após as inscrições, candidatos e candidatas deverão passar por um processo seletivo que inclui análise documental, prevista para os dias 10 e 11 de maio, e prova teórica, que será realizada no dia 13 de maio, às 14h, na Fatec Senai Três Lagoas (Rua José Amilcar Congro Bastos, 1313, Vila Nova – Três Lagoas MS). O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 18, também pelo site da Fiems.

Leia Também:  Na primeira semana, aeródromo de Santa Maria registrou média diária de seis operações noturnas

A formação

O curso de Auxiliar de Produção de Celulose será dividido em cinco módulos, o que corresponde ao total de 160 horas/aula.  Alunos e alunas aprovadas não terão custos pelas aulas ou materiais didáticos.

“A inclusão de PCDs e a equidade de oportunidades são essenciais no processo de desenvolvimento social e construção de uma sociedade mais justa, que acreditamos. E, para garantir a participação do maior número de pessoas possíveis, estamos prorrogando o prazo das inscrições da segunda turma do Somar PCD em Três Lagoas”, destaca Angela Aparecida dos Santos, gerente de Gente e Gestão da Suzano em Três Lagoas.

Oportunidade

A primeira turma do Somar foi formada no ano passado. Por conta das medidas de biossegurança contra a Covid-19, foram sete pessoas qualificadas. Deste total, quatro foram absorvidas para fazer parte do quadro de colaboradores/as da empresa, sendo três já contratadas e uma em processo de contratação.

Após a conclusão do curso, todas as pessoas certificadas poderão participar de futuros processos seletivos da Suzano, de acordo com a disponibilidade de vagas ofertadas pela companhia.

Leia Também:  Lula vai casar! Tudo o que já sabemos sobre a cerimônia do ex-presidente

Sobre a Suzano

Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 98 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br.

 

Informações à Imprensa

Performa Comunicação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

REGIÃO

Programa Suzano de Educação beneficia mais de 27,4 mil estudantes de MS em meio à crise de evasão escolar

Com mais de 300 mil estudantes beneficiados no país, Iniciativa investe na melhoria da qualidade do ensino público em comunidades dos estados de SP, BA, ES, MS, MA, PA e TO

Publicados

em

Em meio ao aumento considerável do índice de evasão escolar por conta da pandemia, a Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, apoia a educação de 27.450 mil estudantes da rede pública de ensino em Mato Grosso do Sul por meio do Programa Suzano de Educação (PSE) com o objetivo de melhorar a qualidade de ensino e resgatar crianças e adolescentes que estejam fora das salas de aula.

Em 2021, o Brasil alcançou o número de 244 mil jovens de 6 a 14 anos fora da escola, o maior índice de evasão escolar em seis anos, conforme aponta levantamento da organização Todos Pela Educação. Para apoiar a educação de jovens de diferentes regiões do País, o PSE atuará em 36 municípios em 2022. Atualmente, 308.414 estudantes são beneficiados pela iniciativa da companhia em todo o Brasil.

Somente em Mato Grosso do Sul, serão seis municípios beneficiados, Água Clara, Brasilândia, Ribas do Rio Pardo, Santa Rita do Pardo, Selvíria e Três Lagoas, totalizando 57 unidades de ensino apoiadas e mais de 1,9 mil profissionais da educação engajados, entre gestores de educação, coordenadores, diretores de escolas e mais de 1,6 mil professores.

O Programa Suzano de Educação possui como direcionadores apoiar lideranças educacionais, garantir a equidade no ensino de escolas públicas, formar profissionais da educação e motivar a participação social em prol de uma formação integral do(a) estudante. A iniciativa está vinculada à meta de longo prazo da Suzano de aumentar em 40% a nota do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) nos municípios prioritários.

A metodologia de trabalho do PSE parte do diagnóstico educacional de um grupo de municípios que possuem proximidade geográfica e características sociais semelhantes e que juntos formam os ADE (Arranjos de Desenvolvimento da Educação). A partir disso, é feito um diagnóstico da região para identificação dos desafios prioritários da Educação e definição de um plano estratégico para a aplicação de soluções conjuntas.

Leia Também:  Mato Grosso do Sul se mantém com a 3º menor taxa de desocupação do país, aponta pesquisa do IBGE

Em 2021, a estratégia do PSE no município de Itinga, no Maranhão, por exemplo, foi a iniciativa de busca ativa escolar articulada em conjunto com as Secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social do local. Por meio da intersetorialidade e dos indicadores de cada uma dessas gestões públicas, foi possível identificar e localizar crianças e jovens que estavam fora da escola. Essa estratégia resultou na volta de 800 estudantes às escolas do município.

 ‘’Na Suzano, nós seguimos o direcionador de que ‘Só é bom para nós se for bom para o mundo’ e acreditamos que não há caminho mais eficiente para melhorar o presente e o futuro da nossa sociedade do que a educação. Por isso, de forma colaborativa com a comunidade, buscamos a melhoria ao acesso à educação, fomentando o desenvolvimento sustentável das regiões e contribuindo para a geração de renda e qualidade de vida nas regiões vizinhas às nossas operações’’, ressalta Giordano Bruno Barbosa Automare, Gerente do Desenvolvimento Social da Suzano. Atualmente, o PSE conta com mais de 6 mil participantes diretos, incluindo 1.219 escolas, 4.610 professores, 36 Secretarias de Educação, entre outros agentes de transformação.

Em Ribas do Rio Pardo, onde está em construção a nova fábrica de celulose da Suzano, o PSE formou um comitê de participação social no município, envolvendo escolas, Conselho Tutelar, Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Centro de Referência de Assistência Social e Secretaria de Saúde. O objetivo de traçar ações conjuntas para garantir o direito à aprendizagem e a permanência de crianças e adolescentes nas escolas.  “O direito à educação é indissociável dos demais direitos sociais. Para que uma criança, um adolescente, um jovem e até um adulto, possa estar na escola, permanecer e aprender, e ter condições para se desenvolver, é fundamental que o direito à moradia, à renda, à alimentação e aos demais direitos esteja garantido para que de fato o direito à educação se constitua’’, diz Natacha Costa, diretora geral da Associação Cidade Escola Aprendiz, uma das parceiras técnicas implementadoras do Programa Suzano de Educação.

Leia Também:  Bioparque Pantanal abre votação para escolher nome de sucuri paraense

E-Book

Recentemente, foi lançada a segunda edição do e-book de Boas Práticas do PSE, no qual foram reunidas as iniciativas desenvolvidas pelos educadores dos municípios participantes do programa e apresentadas no Seminário de Boas Práticas, que contou com rodas de conversa colaborativas, diálogos, reflexões e trocas de experiências entre todos os eixos de atuação do PSE. O e-book está disponível para download em http://www.suzano.com.br/wp-content/uploads/2022/04/f29e585c-book-boas-praticas-2021.pdf

Sobre a Suzano

A Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 98 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br

Informações à Imprensa

Performa Comunicação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA