POLÍCIA

PRF: 97 pessoas morreram nas estradas durante o feriado prolongado

Em 933 acidentes, número de feridos passou de 1,1 mil

Publicados

em

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou, nesta terça-feira (8), que 97 pessoas morreram nas estradas brasileiras durante o feriado prolongado da Independência.

A PRF registrou, de sexta-feira (4) até ontem (7), 933 acidentes nas rodovias, que resultaram em 1.103 feridos e 97 mortos.

Ao longo do feriado prolongado, 123.548 pessoas foram abordadas e 133.498 veículos, fiscalizados. Em 2019, o dia da Independência caiu em uma sexta-feira, não havendo operação de feriado prolongado. Não há, portanto, dados comparativos.

As fiscalizações da PRF flagraram 704 condutores sob efeito de álcool e 3.646 pessoas que não usavam cinto de segurança; 1.072 motociclistas sem capacete e 531 crianças sem cadeirinha. Foram flagradas 5.728 ultrapassagens indevidas e 270 condutores usando aparelhos celulares enquanto dirigiam.

 

Drogas

Segundo o balanço, as ações de combate ao crime resultaram na apreensão de mais de 7 toneladas de maconha e mais de 88 mil pacotes de cigarros contrabandeados. Em apenas uma apreensão, a PRF flagrou 1,4 tonelada de maconha na sexta-feira (4), em Ponta Porã, Mato Grosso do Sul. A droga é avaliada em mais de R$ 1,4 milhão.

Leia Também:  Em testes em MS, vacina chinesa tem 6 milhões de doses liberadas para importação no Brasil

Na Bahia, em Urandi, a PRF apreendeu 250 mil carteiras de cigarros contrabandeados, que estavam acomodadas em 250 caixas e escondidos em meio a uma carga de polvilho. A carga está avaliada em mais de R$ 1 milhão.

A PRF recuperou ainda 76 veículos furtados ou roubados e retirou de circulação 19 armas de fogo e 667 munições e prendeu, por diversos crimes, 525 pessoas.

Edição: Nádia Franco

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Bolivianos são flagrados atravessando fronteira com R$ 1,5 milhão em táxi

Ocorrência foi encaminhada à PF

Publicados

em

 apreendeu R$ 1.556.910,00 em espécie não declarado durante fiscalização realizada na manhã desta segunda-feira (19), no posto Esdras, situado em Corumbá, na fronteira entre Brasil e , a 429 quilômetros de Campo Grande. O dinheiro era transportado por dois bolivianos de 30 e 20 anos.

Eles tentavam levar a quantia para o país vizinho em táxi boliviano, mas, dado o fechamento momentâneo da fronteira em razão das eleições presidenciais por lá, foram impedidos e tiveram que retornar para o Brasil quando foram surpreendidos pela fiscalização.

O montante, que estava acondicionado em três malas, e os viajantes foram encaminhados para a Delegacia de  de Corumbá, para a apuração do crime de evasão de divisas..

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  CRIMES ELEITORAIS : Polícia Federal usará drones para flagrar crimes como boca de urna
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA