POLÍCIA

POLICIA MILITAR DE SELVÍRIA, APREENDE SEIS MUDAS DE PLANTAS DE MACONHA(CANABIS SATIVA) NO BAIRRO DA VÉSTIA. ONTEM DIA (22).

Publicados

em

DE ONTEM AINDA!

 

Por volta das 18h30min a Guarnição da Polícia Militar de Selviria, dando continuidade a  Operação de combate ao Tráfico de Drogas, se deslocaram até o Bairro da Véstia, onde ao chegarem avistaram o autor em atitude suspeita em frente a sua residência, mostrando-se nervoso com a aproximação da viatura, momento em que foi feita uma busca pessoal e foi encontrado em seu bolso um invólucro de uma substância com odor similar a maconha.

O autor franqueou a entrada da Guarnição da Polícia Militar, e do Canil da Polícia Militar de Três Lagoas, ao entrar na imediações da residência a Cachorra Policial K9-Mara localizou seis mudas de  plantas de cor e odor aparentando ser similar a maconha (Canabis Sativa).

O autor confessou de imediato ser o responsável pelo  cultivo dessas plantas, que são proibidas aqui no país.

Foi dada a voz de prisão ao o Autor dos fatos, e o mesmo foi conduzido a Delegacia de Polícia Civil de Selvíria para as devidas providências.

Por Acontece na Selvíria – Redação.

Leia Também:  Aquecimento global ameaça cidades costeiras, alertam peritos da ONU

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

PM e Polícia Civil já autuaram mais de 25 pessoas que participaram de festa clandestina de casamento

Publicados

em

A Polícia Civil e a Polícia Militar de Maracaju já identificaram e qualificaram mais de 25 pessoas que desrespeitaram o Decreto Municipal N.º 15.644 de 31 de março de 2021, que proíbe aglomerações na cidade e participaram de um casamento com mais de 50 convidados no último sábado, dia 5 de junho.

Conforme o comandante da Companhia Independente da PM no município, major Edcezar Zeilinger, no início da noite de sábado, familiares do noivo procuraram a unidade para pedir autorização para realizar a festa. “Nós informamos sobre as restrições e proibições impostas pelo Decreto e que não poderia haver festa, comemoração ou qualquer tipo de aglomeração”, afirma.

Para surpresa do comando da PM de Maracaju, por volta de 21 horas foi recebida uma denúncia sobre a realização de uma festa de casamento em uma fazenda localizada na MS-460, distante aproximadamente 30 quilômetros da área urbana da cidade.

Quando a Polícia Militar chegou ao local, a maioria dos convidados evadiram. “Qualificamos aqueles que permaneceram no local, para que respondam por infração de medida sanitária, prevista no Código Penal, encerramos a festa e informamos inclusive que caso insistissem, responderiam também por desobediência”, lembra.

Leia Também:  Selvíria recebe cobertores por meio de ação do Governo do Estado para famílias em vulnerabilidade social

Porém, após a saída da Polícia Militar os proprietários da fazenda, que pertencem à família do casal de noivos, deram continuidade à celebração. “No domingo nos deparamos com diversos vídeos divulgados nas redes sociais, mostrando não apenas que a festa teve continuidade, mas que não houve qualquer respeito às medidas sanitárias, pois todos estavam sem máscaras e aglomerados”, relata o major Edcezar.

Os vídeos divulgados nas redes sociais foram copiados e apreendidos pela Polícia Civil, para serem utilizados como provas, bem como no intuito de identificar o maior número de pessoas possível, para que respondam pelas infrações cometidas.

Conforme o delegado Guilherme Sarian, tanto donos da propriedade rural, como organizadores e convidados irão responder por desobediência e infração de medida sanitária preventiva, crimes estes previstos nos artigos 330 e 268, do Código Penal, que prevê penas de 15 dias a 1 ano de detenção, mais multa.

“Nós iremos encaminhar todo o material que temos para a Vigilância Sanitária, para que esses autores sejam também responsabilizados administrativamente”, garante o delegado.

Leia Também:  Brasil antecipou mais de 16 milhões de doses de vacinas, diz Queiroga

A Vigilância Sanitária de Maracaju informou que o processo administrativo já foi iniciado e que haverá uma reunião, ainda hoje entre o órgão, a PM e a Polícia Civil, para identificar todos os participantes do evento.

Joelma Belchior, Sejusp
Foto: Arquivo Polícia Militar

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA