POLÍCIA

Policia Militar de Selviria apreende Individuo, por furto de Botijão de Gás

Publicados

em

Hoje por volta das 09h20min, a Guarnição da Policia Militar estava fazendo o patrulhamento ostensivo e preventivo pela cidade de Selviria, quando realizaram uma abordagem no indivíduo com as iniciais de L.F.F.A. (38 anos), sendo que o mesmo já e conhecido no meio policial por autoria de vários crimes de furto nesta cidade.

Na intervenção policial foi observado pela equipe que o abordado transportava um botijão de gás novo, mas que estava com o lacre rompido. No mesmo instante, os policiais entraram em contato com a central do Pelotão, onde o CB PM A. que estava na permanência, informou que uma senhora identificada com as iniciais J.de F.F. B. (45 anos), tinha acabado de chegar ao Pelotão da Polícia Militar, informando ser vítima de furto de um botijão de gás, crime este que havia acabado de acontecer na sua residência, localizada na Rua Camargo Corrêa.

Com base nas informações, os policiais levaram o botijão para a vítima fazer o reconhecimento, que identificou o objeto como sendo de sua propriedade, identificando-o pela marca e também pela forma que o lacre havia sido rompido.

Leia Também:  CESP doa mais de 26 mil mudas nativas da Mata Atlântica para restauração de Corredores de Biodiversidade do Rio Paraná

Em entrevista com o suspeito, o mesmo informou a guarnição que havia comprado o botijão de gás no estabelecimento do Tonhão, Diante disso, os policiais deslocaram-se ao local citado, onde em contato com o dono do mercado, senhor A.F.da S. (55 anos), o qual identificou o botijão como sendo do seu comercio, todavia desmentiu o suspeito, afirmando que o senhor das iniciais L.F. não havia comprado o botijão naquele estabelecimento, e que na verdade, quem havia comprado era mesmo a vítima, a senhora J. de F.F.B

Diante das evidências, o autor recebeu voz de prisão pela autoria do crime de furto (art. 155 CP), sendo encaminhado ao Distrito Policial para providências cabíveis, e sendo entregue sem lesões corporais.

Na delegacia de Polícia Civil, recebemos informações de populares desta cidade que o autor estava tentando vender este botijão pelo valor de R$ 60,00 (Sessenta reais), fato que comprova ainda mais a ilicitude do produto, uma vez que o autor estaria tentando vendê-lo pelo preço abaixo do valor de mercado. A Guarnição ressalva que visando resguardar a integridade da equipe e também do detido, foi necessária a utilização das algemas, uma vez que o detido estava bastante agressivo, e o mesmo foi conduzido no compartimento de presos da viatura.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

EXECUÇÃO EM TRÊS LAGOAS (MS) – Sílvio leva tiro no peito após ‘mexer com casada’ em Três Lagoas

Polícia disse que o encontrou ‘agonizando e sangrando’ caído no asfalto

Publicados

em

Sílvio Rodrigues dos Santos, de 33 anos, morreu às 18h30, na Rua Macapá, na Vila Guanabara em Três Lagoas (MS). A Polícia disse que o encontrou “agonizando e sangrando” alvejado com um tiro no peito.

Segundo o registro de ocorrência, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionada, entretanto, assim que a ambulância chegou ao local, Sílvio teve uma parada cardíaca. A equipe tentou reanimá-lo pelo período de 1h, tendo feito compressão toráxica e intubação, mas Sílvio não resistiu ao ferimento de tiro no tórax e morreu ainda no asfalto.

Conforme testemunhas ouvidas pela polícia, os tiros partiram de uma casa a 20 metros do local onde a vítima teria caído.

Indo ao local indicado, a polícia ouviu Ana Rafaela Freitas Silva, de 26 anos. A jovem contou que Sílvio teria passado em sua residência várias vezes e que, teria “mexido com ela de forma desrespeitosa”. Diante disso, o marido de Ana, Rafael Menezes do Carmo, de 29 anos, teria “ido tirar satisfação com Sílvio”. No ato, vítima e autor teriam discutido e Rafael efetuou dois disparos, um deles atingiu o peito de Sílvio que caiu no asfalto. Rafael está foragido desde então.

Leia Também:  OLETIM DA OBRA DO PROJETO CERRADO - EDIÇÃO Nº 11 - Brigada de Combate a Incêndio

Há a suspeita ainda de que Sílvio tivesse distúrbios psicológicos.

O caso foi registrado como ‘homicídio simples’, na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) de Três Lagoas.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA