POLÍCIA

PF desarticula associação criminosa suspeita de invadir site do TSE

Diligências ocorrem na capital paulista e em Araçatuba, no interior

Publicados

em

A Polícia Federal (PF) foi às ruas na manhã de hoje (24) para cumprir um mandado de prisão preventiva e dois de prisão temporária na Operação Script Kiddie. Os alvos são suspeitos de participação em um ataque hacker contra o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

São cumpridos também cinco mandados de busca e apreensão. As diligências foram deflagradas nas cidades de São Paulo e Araçatuba (SP). Todas as medidas foram autorizadas pela 10ª Vara Federal de Brasília, a pedido da PF.

Os envolvidos podem responder pelos crimes de invasão de dispositivo eletrônico e associação criminosa. Segundo a PF, foram apreendidos na casa de um dos investigados presos R$ 22 mil em espécie, além de uma arma de fogo ilegal e uma mídia eletrônica de interesse da investigação.

A operação é fruto de um inquérito instaurado a pedido do presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, após o portal do tribunal ter sido invadido, e a página inicial ter sido alterada, em 1º de junho. “Não foram identificados quaisquer elementos que possam ter prejudicado a segurança do sistema eleitoral”, afirmou a PF em nota.

Leia Também:  MÉDICOS DO BRASIL VÃO PERCORRER MAIS DE MIL QUILÔMETROS LEVANDO ASSISTÊNCIA ÀS COMUNIDADES DO PANTANAL

Com o termo Script Kiddie, a PF faz referência a hackers menos experientes e habilidosos, que se utilizam de ferramentas e esquemas já utilizados por outros hackers para realizar ataques cibernéticos.

Edição: Denise Griesinger

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil inicia investigações sobre queda de helicóptero com grande quantidade de cocaína em Ponta Porã

Publicados

em

A Polícia Civil, por meio do Departamento de Repressão a Corrupção e ao Crime Organizado da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul – DRACCO assumiu a investigação da queda do helicóptero R66 identificado como sendo de prefixo PR-ITT, na manhã desta quarta-feira (20), em uma fazenda localizada em Ponta Porã. A queda e consequente incêndio da aeronave levou duas pessoas a óbito. O veículo estava carregado com grande quantidade de substância análoga à cocaína.

Levantamentos iniciais foram realizados durante todo o dia por equipe do DRACCO com apoio da 1ª DP de Ponta Porã e Seção de Investigações Gerais de Fátima do Sul.

Foram apreendidos no local 246kg de cocaína, providenciando-se a remoção dos destroços da aeronave do local, agora apreendidos junto ao DRACCO.

Os corpos foram encaminhados para o Imol de Ponta Porã com suas possíveis qualificações. Exames periciais e papiloscópicos foram requisitados para confirmação da identificação oficial visto que acabaram carbonizados em meio aos destroços da aeronave.

Publicado por: Carlos Eduardo

Leia Também:  Quatro estados não resgistraram mortes por Covid-19 nos últimos dias; MS é um deles
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA