POLÍCIA

Para solucionar ou evitar crimes, 181 garante anonimato e funciona 24 horas por dia

Publicados

em

A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul conta com um serviço anônimo de denúncias que mobiliza a sociedade na luta contra o crime e a violência. O Disque Denúncia 181 é uma importante ferramenta que permite ao cidadão ajudar a esclarecer e também evitar que crimes aconteçam.

Os tipos de crime que podem ser denunciados não se restringem a venda de drogas ou porte ilegal de armas. Também é possível informar sobre pessoas desaparecidas, crimes ambientais, foragidos da justiça, local de desmanche de veículos roubados, mulheres ou crianças que estão sofrendo violência doméstica, entre outros.

Vale ressaltar que o 181 funciona ininterruptamente 24 horas por dia. Moradores de qualquer um dos 79 municípios podem fazer uma denúncia pela internet ou pelo telefone, sempre que tomar conhecimento de algum delito ou tiver suspeita de que um crime está prestes a acontecer.

Desenvolvido no estado do Paraná e cedido a Mato Grosso do Sul desde 2004, o Dique 181 começou a operar como narco denúncia para combater o tráfico, e após reformulação em 2011 passou a atender queixas de todos os tipos de crime.  “Em 2019 desenvolvemos um novo software para lançar o site Web Denúncia  e ampliar o atendimento”, explicou o coordenador do Disque 181, capitão Antônio Jurca Neto.

Leia Também:  Na Assembleia Legislativa prefeito de Selvíria José Fernando, reforça solicitação de pavimentação da MS-444

A principal característica do serviço é o anonimato, já que o cidadão não precisa se identificar. “Registramos o chamado e encaminhamos para a unidade competente verificar as informações”, ressalta o capitão Jurca. Enviadas para os batalhões de Polícia Militar, ou para as delegacias de Polícia Civil, as denúncias não expõem os denunciantes a qualquer tipo de risco.

Permitir que a sociedade faça denúncias e colabore com a segurança pública aumentando a eficiência das ações policiais; estimular o cidadão a adotar um comportamento proativo caso testemunhe ou tenha conhecimento da existência de algum tipo de crime; reunir provas que resultem na punição dos autores de atos delituosos; desencorajar a prática de crimes, contravenção penal e ações antissociais, reduzindo a sensação de impunidade em razão da possibilidade de constante monitoramento por parte da sociedade, estão entre os objetivos do disque denúncia.

As ligações efetuadas para o telefone 181 não têm custo para o cidadão. O serviço ainda funciona de forma ininterrupta pelo site www.181.ms.gov.br.

Mireli Obando, Subcom

Foto: Divulgação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Militar prende homem por posse irregular de arma de fogo em Selvíria.

Publicados

em

Policial Militar do 2º Pelotão da 2ª Cia/2º BPM

Nesta quinta-feira (06.05) por volta das 09h, uma guarnição policial militar do 2º Pelotão da 2ª Cia/2º BPM responsável pelo policiamento no município de Selvíria, foi acionada para averiguar denuncia de que uma motocicleta possivelmente furtada estaria no Assentamento São Joaquim a qual veio a ser localizada pelos militares e durante checagens foi constatado que a moto Honda/CB300R, de cor azul, havia sido furtada na cidade de Três Lagoas no dia 13 de abril de 2021

Em entrevista com o senhor de 56 anos morador do lote onde o veículo se encontrava, este relatou a guarnição policial que um terceiro havia deixado o veículo no local e não teria retornado para buscar, e durante continuidade as diligências no mesmo assentamento foi localizado uma arma de fogo, tipo espingarda, a qual foi apreendida e encaminhada a delegacia de polícia civil juntamente com a motocicleta e o autor.

 

Assessoria de Comunicação Social do 2º BPM

 

Denuncie!  O cidadão pode colaborar com a Polícia Militar de Três Lagoas, em caso de EMERGÊNCIA ligue para o 190 (gratuito) ou 3919-9736. Denúncias use o aplicativo WhatsApp 3919-9700. Não precisa se identificar!

Leia Também:  Prefeito de Selvíria José Fernando, busca em Brasília apoio parlamentar a pautas municipalistas

Publicado por: Jonivan

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA