POLÍCIA

Justiça determina busca e suspeito de matar cachorro a tiros é preso com arma

Publicados

em

Um homem foi preso por posse irregular de arma de fogo e pela suspeita de matar um cachorro na noite do último dia 17 de novembro em Paraíso das Águas, cidade a 278 quilômetros de Campo Grande.

Justiça determina busca e suspeito de matar cachorro a tiros é preso com arma
Arma aprendida (divulgação, SIG)

O SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil recebeu a informação de que um cachorro da raça americano foi morto por disparo de arma de fogo, na área rural, distante cerca de dois quilômetros da região urbana. Investigadores então iniciaram diligências que resultaram na identificação do suspeito, que é trabalhador rural.

Com os elementos de investigação produzidos pela polícia, o Poder Judiciário da Comarca de Chapadão do Sul expediu um mandado judicial de busca e apreensão que foi cumprido contra o suspeito na manhã da última sexta-feira (27).

No local da busca, os policiais apreenderam uma arma de fogo do tipo espingarda, carregador e mais sete munições intactas, calibre .22. O dono da arma foi autuado em flagrante por posse irregular de arma de fogo e será investigado pela morte do cachorro.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em 2021, Rússia reavalia custo de hegemonia no espaço pós-soviético
Propaganda

POLÍCIA

Vítimas de tarados, 480 mulheres de MS foram alvo de atos obscenos e importunações sexuais em 2020

Nos últimos dias, vários casos foram denunciados à Polícia Civil

Publicados

em

Foto: Leonardo de França | Midiamax

Dados da Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança) apontam que em 2020, 480 mulheres registraram ocorrências de assédio nas ruas de . Elas foram vítimas de crimes como importunação sexual e ato obsceno. Só nos primeiros 10 dias de 2021, já são 14 ocorrências do tipo, mostrando o risco ao qual as vítimas estão frequentemente expostas.

A diferença entre os dois crimes é que no ato obsceno, há uma exibição por parte do autor, que constrange a vítima. Já na importunação sexual, há algum tipo de contato entre autor e vítima, porém, sem ameaça grave ou violência. No entanto, se houver ameaça grave ou violência, o crime passa a ser tratado como estupro.

Conforme balanço feito pela Sejusp, no ano passado foram 102 ocorrências de ato obsceno e 378 de importunação sexual, dentre os quais 30 casos de ato obsceno e 129 de importunação sexual ocorreram somente em Campo Grande. Em todo o estado, já em 2021, são 2 de ato obsceno e 12 de importunação.

Leia Também:  Benefícios do INSS acima de um salário mínimo têm reajuste de 5,45%

Casos recentes

Na manhã da última terça-feira (12), uma mulher de 38 anos que voltava de uma caminhada no Parque Lageado, na Capital, foi abordada por um homem em um Gol que se aproximou e se masturbou olhando para ela. A ação foi filmada e o caso encaminhado à  (Delegacia de Atendimento à Mulher), onde foi instaurado inquérito.

Na tarde da quarta-feira (13), uma jovem de 24 anos foi perseguida por um homem que se masturbava em um ponto de ônibus na Rua José Carlos Silva de Almeida. Ela também registrou o ocorrido nas redes sociais e recebeu apoio da blogueira Mayra Cardi. Como no primeiro caso, esta ocorrência é tratada como ato obsceno.

Já na quinta-feira (14), em Aparecida do Taboado, a 457 quilômetros de Campo Grande, um homem foi preso pela Polícia Militar por se masturbar dentro de um hotel, enquanto encarava a funcionária do estabelecimento. Neste caso, o indivíduo foi levado à Delegacia  e autuado em flagrante por importunação sexual.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA