MATO GROSSO DO SUL

De forma remota, mais de 194 mil estudantes da REE retornam ano letivo de 2021

Para o retorno não presencial foi considerado o trabalho em regime de colaboração entre SED, prefeituras de MS e Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul

Publicados

em

Fotos: Juarez Júnior

 Cerca de 197 mil estudantes da Rede Estadual de Ensino (REE), das 347 unidades escolares de 79 municípios de Mato Grosso do Sul, iniciaram nesta segunda feira (01.03) o ano letivo de 2021. Inicialmente o retorno das atividades será com a acolhida, feita de forma presencial e com os estudantes organizados por turmas em diferentes dias da semana, com o restante do mês apenas de forma remota.

O retorno de forma não presencial foi definido após reunião da equipe do Centro de Operações Emergenciais (COEMS) com a Secretaria de Estado de Educação (SED) e referendada pelo Prosseguir, na terça e quarta-feira (23 e 24.02) da semana passada, respectivamente, modalidade essa já adotada durante a suspensão das atividades em 2020.

 

Entre março e dezembro do ano passado, as aulas foram realizadas com o apoio de diversos recursos, como aplicativos de parceiros como Google e Microsoft, além da distribuição de atividades impressas para os estudantes sem conectividade.

Secretária de Estado de Educação, Cecilia Motta mencionou que as unidades da REE estão devidamente equipadas e preparadas pedagogicamente, desde novembro de 2020, além de ter sido publicado Protocolo de Volta às Aulas, elaborado por 21 instituições, que define o regramento para o retorno presencial dos estudantes matriculados na REE.

Cecilia Motta lembrou ainda que o período de formação, realizado junto aos servidores da Rede Estadual de Ensino durante o mês de fevereiro, foi estendido para garantir toda segurança e tranquilidade dos servidores para acolhimento dos estudantes, com trabalho especial para os eixos de biossegurança, socioemocional, cocnitivo e normativo.

“Para  o retorno remoto foi considerado o trabalho em regime de colaboração que a SED vem conduzindo junto às prefeituras de MS e atendendo ao pedido da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), solicitando que o mês de março seja mantido de forma remota, para que os mesmos tenham tempo hábil de equipar suas respectivas unidades escolares e, dessa forma, garantir que os estudantes – independentemente das redes as quais pertençam – possam voltar em conjunto e com segurança”, enfatiza secretária Cecília.

Acolhimento

Apesar do Governo de Mato Grosso do Sul, por intermédio da SED, definir que a oferta da Educação Básica adotada neste início de ano letivo seja na forma remota (não presencial), as escolas estaduais seguirão abertas para um período de acolhimento, formação dos estudantes com a entrega dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), uniformes e kits escolares, bem como para o diagnóstico cognitivo – no sentido de preparar o planejamento do professor – visando as intervenções pedagógicas necessárias para a recuperação da aprendizagem dos estudantes e pensando na continuidade das aulas no formato híbrido ou remoto, a partir de abril.

Leia Também:  Domingo de tempo firme e temperaturas elevadas

Na Escola Estadual Professora Maria de Lourdes Toledo Areias, no Conjunto Recanto dos Rouxinóis, os 1.178 estudantes estão sendo acolhidos por etapa, nesta segunda feira foi a vez dos matriculados no 7º e 8º ano do Ensino Fundamental II, que foram orientados seguindo todos protocolos de biossegurança. A unidade é dirigida pela professora Adriana Bellei e diretor-adjunto Edi Carlos Mazini, e conta com 80 professores, 26 administrativos e 06 coordenadores.

Professora de Língua Portuguesa da EE Maria de Lourdes Toledo Areias, Natália Salazar

A professora de Língua Inglesa, Natália Borges Salazar, relatou que o tempo hábil da jornada pedagógica estendida foi essencial para passar segurança e tranquilidade para o retorno do ano letivo de 2021. “Acredito que todos ficamos ansiosos para o retorno, mas nos sentimos mais tranquilos com a forma que foi a formação para o retorno com enfoque importante na biossegurança e a tratativa para um olhar especial no socioemocional de todos”.

Estudante do 8º ano do EF, Natan Camargo está ansioso para retorno das atividades

O estudante do 8º ano do Ensino Fundamental da EE Professora Maria de Lourdes Toledo Areias, Natan Camargo, relatou que aguarda ansiosamente o retorno das atividades de forma híbrida. “No ano passado tivemos dificuldades com ensino remoto, o auxílio dos pais não é o mesmo que o do professor, acredito que com o ensino híbrido estaremos aprendendo muito mais, revendo nossos colegas, tirando dúvidas direto com o professor, estava ansioso por esse retorno”, enfatiza Natan.

EE Vespasiano Martins

Os 231 estudantes do ensino médio da Escola Estadual Vespasiano Martins, na Rua 13 de Maio, em Campo Grande, também foram acolhidos pelos 25 professores e 18 servidores administrativos. A unidade oferta ensino em tempo integral, através do Programa “Escola da Autoria”.

Para o professor Leossandro Carlos Adamiski, que desde julho de 2016 exercia a função de diretor-adjunto e assumiu a direção da EE Vespasiano Martins no ano passado, praticamente junto com a pandemia da Covid-19, a expectativa de retorno é enorme.

“Recentemente nossa unidade recebeu uma reforma completa, hoje o retorno das atividades, inicialmente remota e, possivelmente, no mês de abril de forma híbrida, será com espaço físico totalmente novo, a expectativa é enorme, tanto por parte dos professores e administrativos, quanto dos estudantes, os relatos são de saudades da convivência escolar, já que todos ficaram praticamente o ano de 2020 em teletrabalho”, relata Adamiski.

Leia Também:  Para solucionar ou evitar crimes, 181 garante anonimato e funciona 24 horas por dia

Com relação ao retorno do ano letivo o diretor menciona que todo preparativo foi devidamente organizado. “Acreditamos num retorno tranquilo, professores e administrativos já realizaram a jornada pedagógica estendida, os pais e responsáveis já receberam orientações sobre protocolo de biossegurança, agora estudantes estão sendo acolhidos”, finaliza o diretor.

O estudante do terceiro ano do Ensino Médio, Gustavo Felipe da Silva Souza, diz que o momento é de extrema importância devido a transição dos estudantes para a busca no ensino superior. “Estou bem ansioso, nós, do terceiro ano, iremos acolher os estudantes novos, realizamos um projeto de acolhimento durante um mês que hoje está sendo levado à prática; quanto ao ano letivo temos convicção que será melhor, pois aprendemos com os erros do ano passado e temos uma escola capacitada para nos receber e acolher para que tenhamos uma excelente aprendizagem”, relata.

EE João Carlos Flores

Localizada na Rua Assunção, na Vila Morumbi, a Escola Estadual João Carlos Flores tem matriculado para este ano letivo 523 estudantes, e conta com 52 professores, 22 servidores administrativos e 6 coordenadores. A unidade é tem como diretor o professor Claudecy José da Cruz e diretora-adjunta Jennifer Sheyla Faustina.

Diretor Claudecy José da Cruz

“Estivemos um ano distante de nossos estudantes no presencial e, hoje (segunda-feira), estamos recebendo eles de volta, sabemos que presencialmente podemos melhorar ainda mais o fazer pedagógico, sabemos a importância do distanciamento remoto, pela questão do distanciamento social, e estamos preparados para oportunizar um excelente aprendizado, seja ele híbrido ou de forma não presencial”, relata o diretor Claudecy.

A estudante de 16 anos Milene Campos de Abreu cursa o terceiro ano do Ensino Médio e diz que “desde março estou estudando de forma remota, estou ansiosa pelo retorno híbrido, pois é um ano muito importante devido aos preparativos para vestibular e Enem, ao mesmo tempo estou tranquila, pois a escola está nos dando todo suporte, apoio e atenção devida, principalmente com esse contato presencial com professores, que o ensino híbrido poderá nos fornecer”, finaliza Milena.

Texto : Adersino Junior, SED

Fotos: Juarez Júnior 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO DO SUL

Campanha de abertura da pesca do MS fica entre as melhores do ‘Best Ads On TV’

Publicados

em

A campanha de abertura da pesca em Mato Grosso do Sul, lançada no início do mês, foi destaque mundial no ‘Best Ads On TV’ (www.bestadsontv.com/best/tv), um dos mais famosos portais de propaganda mundial. O site é responsável por um acervo das melhores campanhas publicitárias já realizadas em todos os países e a cada semana faz a escolha das melhores campanhas de TV, Print, Outdoor e Rádio do mundo.

Para o diretor-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, a notícia da campanha de abertura da pesca estar em destaque no portal foi uma grata surpresa. “Estou muito feliz com essa notícia. A campanha da reabertura da pesca do Mato Grosso do Sul foi elaborada pela agência Compet em parceria com a Diretoria de Promoção e Mercado da Fundtur, que faz um trabalho na segmentação do turismo há quatro anos. E estar presente num dos principais portais da propaganda mundial como uma das principais peças publicitárias do mundo nessa semana é motivo de muito orgulho para todos nós da Fundtur e, naturalmente, para a agência que nos atende. Desenvolvemos uma expertise ao longo desses quatro anos trabalhando juntos, de fazer promoção assertiva, de trabalhar muito bem as segmentações, de saber como queremos comunicar, de fazer excelentes briefings, construir juntos as campanhas e isso agora é fruto da competência de toda a equipe. Estamos muito felizes com o resultado e isso vai impulsionar ainda mais a imagem do Mato Grosso do Sul no cenário mundial, não só como um dos principais destinos de ecoturismo e pesca esportiva do mundo, mas também como um destino que tem um órgão gestor que sabe fazer promoção”, ressalta.

Leia Também:  URGENTE: SELVÍRIA REGISTRA QUINTA MORTE DE PACIENTE POSITIVADO COM CORONAVÍRUS

Assista aqui

Criada pela agência Compet, a campanha anunciou a abertura da temporada de pesca no MS. Para isso, seguiram pelo inusitado: falar de pesca sem mostrar rio ou peixe e apostaram em mostrar o sentimento de alguém que ama pescar, mas não pode durante o período da Piracema. Na semana em que a campanha foi ao ar, ela ficou entre as seis melhores do mundo, segundo o portal Best Ads On TV, algo nunca antes alcançado por uma campanha publicitária criada no estado.

Segundo Rodrigo Perez, da Compet, a ideia foi pensar como um pescador, “por isso, a campanha viralizou entre grupos de WhatsApp instantaneamente. O reconhecimento e a disseminação foram imediatos, com as pessoas se vendo nessa saudade, nessa necessidade de praticar o esporte, através de situações bem humoradas. Internacionalmente, o sucesso foi impactante, reconhecendo a sensibilidade da campanha com o sentimento do pescador apaixonado e com a sua ansiedade em voltar aos rios”, explica.

“Esse é um grande resultado tanto para a Fundtur quanto para o mercado publicitário sul-mato-grossense que mostra seu talento e seu potencial.  Para a Fundtur, fica o forte apelo para atrair pescadores de todo o país através do conhecimento e da sensibilidade com o público-alvo, sentindo suas necessidades e falando a sua língua, mostrando como o MS tem tradição e propriedade no assunto, estando preparado para oferecer uma experiência inesquecível para quem vem pescar aqui. Para a Compet, fica a realização de proporcionar ao cliente ótimos resultados e a satisfação de ser responsável pela projeção da nossa publicidade para o mundo”, salienta Rodrigo.

Leia Também:  Selvíria é contemplada com novo caminhão coletor de lixo

Para figurar no acervo do site ‘Best Ads On TV’, o portal recebe os materiais e faz uma pré-lista e um júri capacitado faz a escolha das 6 melhores peças publicitárias do mundo na semana. Esta é a primeira vez que uma agência de Mato Grosso do Sul tem peças de TV e Print selecionadas entre as 6 melhores do planeta.

Campanha ‘Temporada de Pesca 2021’

De olho na temporada de pesque e solte que começou em 1º de março, a Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (FundturMS) lançou a nova campanha “Temporada de Pesca 2021”. A nova campanha de promoção da pesca no MS é composta por vídeos de incentivo à atividade, landing page com informações sobre a pesca, e-book, vídeo treinamento sobre o pesque e solte para agentes de viagem e diversos materiais para redes sociais. Para saber mais sobre a temporada de pesca 2021 em Mato Grosso do Sul, clique em https://info.visitms.com.br/pesca_materiais_para_download

Texto: Débora Bordin – Fundação de Turismo de MS
Imagem destaque: Reprodução

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA