MATO GROSSO DO SUL

Cerca de 100 mil condutores poderão apresentar recurso de multa até dia 31 de janeiro

Publicados

em

Por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), os envios de notificações de multas e seus recursos ficaram interrompidos até novembro deste ano, com a retomada dos prazos em dezembro. Diante dessa situação, o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) alerta que cerca de 100 mil notificações de autuação de multas de trânsito foram registradas entre 26 de fevereiro e 30 de novembro deste ano e os condutores poderão apresentar o recurso ou identificar o real infrator até o dia 31 de janeiro de 2021.

“Nós estamos seguimos o critério do artigo V da resolução 802 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que prorroga o prazo até o dia 31 de janeiro para notificações enviadas”, explica a diretora de habilitação do Detran-MS, Lina Issa Zeinab.

Por outro lado, condutores que tiveram os prazos para enviar recursos vencidos durante o período de interrupção – de 20 de março a 30 de novembro de 2020 -, terão até o dia 31 de janeiro de 2021 para enviar indicação de condutor, defesa prévia e recursos em 1ª e em 2ª instâncias.

Leia Também:  Pandemia ainda não acabou: MS registra mais de mil casos em apenas um dia

A diretora ressalta que a suspensão dos prazos no começo do ano foi necessária pois evitou que muitas pessoas saíssem de casa, respeitando as orientações sanitárias para que não houvessem aglomerações.

“Agora é necessário cumprir o caso estabelecido, então é muito importante não deixar para fazer na última hora. Assim, evitamos aglomerações. Lembramos também que para as multas de competência do Detran-MS temos o serviço Recurso On Line no Portal Meu Detran, totalmente digital onde não é necessário se deslocar a uma agência”, finalizou.

Viviane Freitas, Detran-MS

Foto: Divulgação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO DO SUL

Pandemia ainda não acabou: MS registra mais de mil casos em apenas um dia

Publicados

em

Apesar do otimismo ocasionado pelo início da vacinação no Estado, a pandemia ainda não está próxima de acabar. Os números apontam para um aumento expressivo tanto no número de casos confirmados, como para os registros de mortes pela doença.

Durante a live desta quarta-feira, o governador Reinaldo Azambuja falou sobre a logística de entrega em 24 horas e sobre a manutenção dos cuidados com a biossegurança. Foi uma integração de resultados”, salientou referindo-se ao trabalho de entrega de vacinas desenvolvido pela Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) e pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

“É muito importante mantermos vigilantes A pandemia não passou, vidas estão sendo perdidas todos dias. Já somam 2.723 pessoas que perderam a vida, somos solidários às famílias que perderam entes queridos’, reforçou Reinaldo Azambuja.

Dados do Boletim

De acordo com o boletim epidemiológico desta quarta-feira (20) em apenas 24 horas mais de mil casos foram confirmados para a Covid-19. Com isso, o Estado passa a ter 153.067 sul-mato-grossenses que foram infectados pelo vírus.

Leia Também:  Confira a distribuição das doses de vacina contra a Covid-19 por município em Mato Grosso do Sul

Os números da SES (Secretaria de Estado de Saúde), de hoje, revelam que 18 pessoas vieram a óbito em um dia, com isso, 2.723 mortes por coronavírus foram registradas do início da pandemia até agora.

Em tratamento, 12.823 pessoas estão em isolamento social, enquanto que 540 estão hospitalizadas, sendo que 292 estão em leitos clínicos (194 na rede pública e 98 na rede privada) e 248 em leitos de UTI, com 180 pelo SUS e 68 nos hospitais privados do Estado.

O comprometimento de leitos no Estado segue preocupando, com 85% de ocupação dos leitos UTI/SUS na macrorregião de Campo Grande; de 80% em Dourados; 75% em Corumbá e 63% em Três Lagoas.

Acesse o detalhamento do boletim aqui.

Ana Brito, Subcom

Foto: Divulgação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA