GERAL

Detran Digital: Em um ano, número de CNHs emitidas pelo Portal Meu Detran cresce 45%

Publicados

em

O número de CNH´s (Carteiras Nacionais de Habilitação) emitidas nos dois primeiros meses deste ano por meio do portal CNH Ágil já representa o dobro do registrado no mesmo período do ano passado. Enquanto no mês de janeiro e fevereiro de 2020 foram 2.275 habilitações emitidas por meio do canal digital, este ano o número chegou a 4.171, representando um aumento de 45,46%.

A diretora de Habilitação do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), Lina Issa Zeinab, comenta que os números são reflexo da mudança cultural dos condutores que estão cada vez mais utilizando os serviços digitais que o Detran oferece.

“A pandemia trouxe uma nova consciência aos condutores no quanto a evitar serviços presenciais sempre que possíve e a tendência é que esse número cresça ainda mais já que o Detran tem aumentado leque serviços digitais, como o serviço de atualização de endereço, lançada na última semana”, explica.

Durante os dois primeiros meses deste ano, o órgão também registrou um aumento de 26% na emissão da primeira habilitação, passando de 3.386 em 2020 para 4.601 documentos emitidos em 2021.

Leia Também:  Infectados com covid-19 são identificados com pulseiras em cidade do Estado do Paraná.

Para o diretor-presidente do Detran-MS, Rudel Trindade, a evolução dos meios digitais, implementados pelo Detran, trazem mais facilidade, rapidez e comodidade”, enfatizou.

Atualização de Endereço:

Na última semana o Detran disponibilizou mais dois serviços no Portal de Serviços – Meu Detran, a atualização de endereço do condutor e do veículo. O que antes era realizado de forma presencial, agora pode ser feito a qualquer momento e de qualquer lugar.

Os condutores e proprietários de veículos interessados em utilizar o serviço devem acessar: www.meudetran.ms.gov.br ou app Detran-MS, realizar o seu cadastro e procurar pelo serviço correspondente -> Alteração de Endereço de Condutor ou Alteração de Endereço de Veículo.

Viviane Freitas, Detran

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Empresas se unem para doar mais de 5 mil concentradores de oxigênio

Equipamentos serão utilizados para o tratamento de pacientes com Covid-19 em suas próprias localidades, evitando o deslocamento e sobrecarga de hospitais; a iniciativa atende a uma chamada pública da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, em apoio ao Ministério da Saúde; a logística dos itens ficará sob responsabilidade do SUS

Publicados

em

Um grupo de 12 empresas se uniu em uma ação coletiva para viabilizar a doação de mais de 5.000 concentradores de oxigênio, que serão utilizados para o tratamento de pacientes com Covid-19 em suas próprias localidades, evitando deslocamentos para outras cidades e, consequentemente, a sobrecarga de hospitais. O concentrador de oxigênio é um equipamento que separa o oxigênio do ar e o fornece ao paciente em um fluxo direto e contínuo, contribuindo para a melhora de sua capacidade respiratória, uma das áreas mais afetadas pelas consequências da Covid-19.

Participam desta iniciativa as seguintes empresas: Bradesco, BRF, B3, Embraer, Gerdau, Grupo Ultra, Itaú Unibanco, Magazine Luiza, Marfrig, Natura & Co, Suzano e Unipar. O grupo atendeu a uma chamada pública feita pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, em apoio ao Ministério da Saúde, para a aquisição de concentradores de oxigênio. A Air Liquide Brasil, líder mundial em gases, tecnologias e serviços para a indústria e saúde, fez a cotação geral para a importação dos equipamentos, ao custo total de R$ 35 milhões.

O uso dos concentradores doados nesta ação terá papel fundamental no combate à pandemia e consequente desafogamento do sistema hospitalar. Considerando que o tempo médio de uso do aparelho por paciente pode variar entre uma ou duas semanas, a expectativa é de que os mais de 5 mil concentradores atendam, mensalmente, entre 10 mil e 20 mil pacientes. Cada concentrador substitui, em média, 21 cilindros de oxigênio. Juntos, os equipamentos doados suprirão o equivalente a uma produção mensal de 1.100.000 metros cúbicos do insumo, volume que demandaria mais de 108 mil cilindros por mês para ser armazenado. A quantidade de oxigênio fornecida por meio dos concentradores contribuirá ainda para evitar a sobrecarga na capacidade produtiva da indústria de gases.

Leia Também:  COMERCIANTE DE SELVIRIA LEVA GOLPES DE FACADA DE SUA CÔNJUGE, HOJE(10) PELA MANHÃ.

A praticidade no manuseio é outra característica de destaque no uso dos concentradores. Cada equipamento pesa aproximadamente 15 quilos e necessita apenas de energia elétrica para funcionar. Essas condições facilitam o transporte e uso, inclusive, nas regiões mais remotas do País. A durabilidade também é um diferencial destes equipamentos. Os concentradores doados têm uma vida útil estimada em sete anos.

Os mais de 5 mil concentradores de oxigênio adquiridos nesta ação serão entregues ao Ministério da Saúde, a quem caberá a responsabilidade de fazer a logística de distribuição dos equipamentos. A expectativa é que os aparelhos sejam enviados aos seus locais de destino no decorrer do mês de abril.

Com essa iniciativa coletiva, as empresas somam seus esforços no enfrentamento à pandemia de Covid-19, em um de seus momentos mais agudos no Brasil. As companhias participantes desta ação estão comprometidas com os esforços da sociedade para salvar vidas e com o apoio ao Poder Público, em suas diferentes esferas, nas ações de superação à crise sanitária.

Leia Também:  Eldorado inicia operação de termoelétrica movida a biomassa de eucaliptos

Sobre a Suzano

 

A Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 97 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br

 

Informações à Imprensa

 

Performa Comunicação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA