GERAL

Com a chegada do período de chuva, SES orienta sobre cuidados com a Dengue

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) reforça o alerta à população para os cuidados básicos para evitar a proliferação do mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya, principalmente durante o verão, quando os períodos das chuvas são mais frequentes em Mato Grosso do Sul. A melhor forma de prevenção é eliminando água armazenada em diversos tipos de recipientes e plantas que podem se tornar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti.

Apesar do calor nesta época do ano – quando os mosquitos são mais ativos -, a SES orienta o uso de roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia e que proporcionem alguma proteção às picadas. É uma das medidas que podem ser adotadas, principalmente durante surtos. Repelentes e inseticidas também podem ser usados, seguindo as instruções do rótulo, sendo recomendado o uso também nas crianças. Mosquiteiros proporcionam boa proteção para aqueles que dormem durante o dia, como bebês, pessoas acamadas e trabalhadores noturnos.

Para o secretário Estadual de Saúde, Geraldo Resende, a população não deve descuidar do Aedes aegypti. “É preciso lembrar que a Dengue tem feito vítimas em nosso Estado, por isso a importância de um cuidado maior. A comunidade deve estar atenta porque 80% dos reservatórios com proliferação estão nas casas das pessoas”.

Leia Também:  Confira a distribuição das doses de vacina contra a Covid-19 por município em Mato Grosso do Sul

Durante o período de pandemia a SES, por meio da Diretoria-Geral de Vigilância em Saúde, auxiliou os 79 municípios no combate à Dengue, Zika e Chikungunya, com entregas de equipamento, envio de larvicidas e a inauguração da Biofábrica.

Para 2021 estão programadas diversas ações de combate; até o final de janeiro, por exemplo, a SES vai entregar novos materiais gráficos de combate à Dengue para orientar os profissionais que iniciam os trabalhos junto às novas administrações municipais. O ano de 2020 fechou com 72.751 casos a menos de Dengue em relação a 2019, que registrou 85.643 casos. A redução foi de 15% de um ano para o outro.

Sintomas         

Os principais sintomas da Dengue são: febre alta, superior a 38,5ºC; dores musculares intensas; dor ao movimentar os olhos; mal-estar; falta de apetite; dor de cabeça; manchas vermelhas no corpo. Em caso de suspeita é fundamental procurar um profissional de saúde para o correto diagnóstico.

A assistência em saúde é feita para aliviar os sintomas. Entre as formas de tratamento são recomendados fazer repouso, ingerir bastante líquido (água) e não tomar medicamentos por conta própria.

Leia Também:  SED divulga segunda lista de designação neste domingo; matrícula começa na segunda

A hidratação pode ser por via oral (ingestão de líquidos pela boca) ou por via intravenosa (com uso de soro, por exemplo). O tratamento é feito de forma sintomática, sempre de acordo com avaliação do profissional de saúde, conforme cada caso.

Rodson Lima, SES

Foto: Edemir Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Provas do Exame Nacional do Ensino Médio começam neste domingo

Publicados

em

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) realiza, neste domingo (17.01), a primeira etapa da versão impressa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Marcado para os dias 17 e 24 de janeiro, nesta edição a avaliação também contará com uma versão digital que ocorrerá nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Em MS serão 135 unidades escolares da Rede Estadual de Ensino (REE) utilizadas como locais de aplicação das provas em 41 municípios. Somente em Campo Grande serão 21 escolas em diferentes pontos da cidade. Vale salientar que outros locais também são utilizados pelo Inep para a realização do exame.

Os portões dos locais de aplicação serão abertos mais cedo, às 11h30 (horário de Brasília). Assim, o participante terá até 1 hora e 30 minutos para acessar o local de prova. O fechamento dos portões ocorrerá às 13h (horário de Brasília) e o início da avaliação está previsto para 13h30 (horário de Brasília).

Ao todo, o Inep confirmou 5.783.357 inscrições para o Enem 2020. Em MS são 82.637 candidatos inscritos para o Exame. Destes, 34.458 são da Capital.

Leia Também:  SED divulga segunda lista de designação neste domingo; matrícula começa na segunda

Para mais informações e acesso à Página do Participante, clique aqui.

O Exame

Realizado anualmente pelo Inep desde 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar ao final da educação básica. A estrutura do exame conta com uma redação e 45 questões em cada prova das quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Vinícius Espindola, SED

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA