CIDADES

SED divulga segunda lista de designação neste domingo; matrícula começa na segunda

Publicados

em

O Portal da Central de Matrículas da Rede Estadual de Ensino (REE) publica neste domingo (17), às 12h, a 2ª lista de designação dos estudantes que realizaram a pré-matrícula entre os dias 11 e 15 de janeiro de 2021. O passo seguinte, para quem estiver relacionado na lista, é a Efetivação da Matrícula, que deve ser feita diretamente nas unidades escolares designadas, conforme orientação no site da Matrícula Digital.

A Efetivação deve ser feita entre os dias 18 e 22 de janeiro e a etapa marca a conclusão do calendário de matrículas da Rede Estadual de Ensino, iniciado no dia 30 de novembro de 2020. Para melhor organização das unidades de ensino, é importante que os estudantes designados, familiares e/ou responsáveis entrem em contato com as escolas para sanar possíveis dúvidas sobre horários e documentação necessária para o atendimento.

A Secretaria de Estado de Educação (SED) também disponibiliza o contato por telefone com a equipe da Central de Matrículas, pelo 0800-647-0028. O atendimento também pode ser feito de forma presencial na sede da Central, que fica na rua Joaquim Murtinho, nº 2.612, bairro Itanhangá Park – Campo Grande. O horário de funcionamento é das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30, de segunda à sexta-feira.

Leia Também:  Estudantes experimentam álcool cada vez mais cedo em MS, mostra pesquisa

Vinícius Espíndola, SED

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Estudantes experimentam álcool cada vez mais cedo em MS, mostra pesquisa

Consumo também é maior entre estudantes de escolas públicas

Publicados

em

Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) 2019, divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) aponta que estudantes estão experimentando álcool cada vez mais cedo.

Conforme os dados, cerca de 63,3% dos estudantes de escolas públicas e particulares entre 13 e 17 anos já experimentaram bebida alcoólica e mais de um terço deles (34,6%) provou pelo menos uma dose antes de completar 14 anos.

Ainda segundo os dados, as meninas são mais expostas a essa iniciação precoce: 36,8%, contra 32,3% entre os meninos.

Os dados se referem à realidade dos jovens antes da pandemia de Covid-19, cujas medidas de isolamento social e distanciamento físico do ambiente escolar podem ter agravado a situação.

Entre os estudantes que experimentaram bebidas alcoólicas, 47% disseram ter tido episódios de embriaguez.

Esse percentual foi maior entre os estudantes de escolas da rede pública (47,6%) do que entre os da rede privada (43,4%).

Cerca de 15,7% relataram a ocorrência de problemas em consequência de terem bebido, entre eles estão o conflito com a família ou amigos, a perda de aulas ou brigas.
Entre os adolescentes de 13 a 17 anos, 9,7% relataram ter consumido quatro doses ou mais em um mesmo dia. Nesse indicador, o Sul (12%) e o Centro-Oeste (11,1%) ficaram acima da média nacional. Já Norte (7,0%) e Nordeste (7,8%) apresentaram os menores percentuais.

Leia Também:  Presidente do Senado diz que “democracia é inegociável"

Cerca de 6,9% dos estudantes dessa faixa etária disseram ter bebido cinco doses ou mais em um dia.

Entre as questões levantadas também estava o uso de bebidas alcoólicas pelos pais dos adolescentes. Mais da metade dos escolares de 13 a 17 anos (58,9%) respondeu que o pai, a mãe ou ambos consumiam esse tipo de produto, sendo os percentuais maiores no Sul (62,4%), no Centro-Oeste (61,9%) e no Sudeste (61,5%).

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA