CIDADES

CTG Brasil prorroga inscrições para Programa de Estágio até 20/12

São 20 vagas no escritório de SP e nas usinas Chavantes e Ilha Solteira para estudantes de cursos superior e técnico com formação prevista para 2023 e 2024

Publicados

em

Ilha Solteira (SP), 24 de novembro de 2021 – A CTG Brasil, uma das líderes em geração de energia limpa no País, prorrogou até 20 de dezembro as inscrições para o Programa de Estágio 2022, que busca talentos para compor o time de profissionais da empresa no escritório de São Paulo (SP) e nas usinas Chavantes (SP) e Ilha Solteira (MS).
Ao todo, são 20 vagas para estudantes de cursos de graduação (Engenharias Elétrica, Civil, Mecânica, Ambiental/Florestal, da Computação, e de Energia; Meteorologia/Ciências Atmosféricas; Matemática; Física; Economia; Estatística; Administração de Empresas; Ciências da Computação; Tecnologia e Segurança da Informação; Direito; Biologia; Geografia; Agronomia; Psicologia; Pedagogia) ou técnicos (Mecânica ou Mecatrônica; Técnico em Eletrônica, Eletrotécnica, Elétrica e Automação), com previsão de conclusão em dezembro de 2023 ou 2024.
No caso das 17 vagas para o escritório de São Paulo e para a Usina Chavantes, o processo seletivo será totalmente online e envolverá análise curricular, testes, entrevista com a consultoria de recrutamento, painel e entrevista com o gestor da área de trabalho, admissão e entrega dos documentos. Para participar, os estudantes de graduação devem se inscrever em https://ctg.across.jobs/.
Já para a Usina Ilha Solteira, são três vagas de estágio nível técnico para atuar nas áreas de Operação Local, Manutenção Mecânica e Manutenção Eletroeletrônica. Os candidatos devem cadastrar o currículo e se inscrever clicando aqui. O processo seletivo inclui análise curricular, painel e entrevistas com a área de Pessoas e Cultura e com o gestor da área de trabalho.
O início do estágio está previsto para fevereiro de 2022 e tem duração de até dois anos. O conhecimento no pacote Office é pré-requisito para todas as posições, enquanto o inglês é desejável apenas para vagas de graduação (não eliminatório). O programa irá valorizar habilidades como senso de dono e cuidado com pessoas, adaptabilidade, agilidade, perfil colaborativo e eficiência.
Oportunidade para cursos específicos
O Programa de Estágio 2022 inclui vagas para estudantes de cursos específicos, como Meteorologia e Ciências Meteorológicas, que terão a oportunidade de atuar na área de Engenharia de Renováveis da companhia.
Graziella Gonçalves, meteorologista da CTG Brasil, conta que o principal objetivo deste profissional é suportar, por meio de informações, análises e previsões meteorológicas, os processos relacionados ao planejamento da geração de energia limpa. “Por ser uma empresa que gera energia limpa por meio de fontes renováveis, o trabalho do meteorologista é extremamente importante e valorizado, pois as informações fornecidas são fundamentais para o processo de geração e comercialização de energia. Além disso, na CTG Brasil, por ser uma empresa de origem chinesa, temos a possibilidade de conviver em um ambiente multicultural, com muita troca de conhecimento e experiências, o que, junto a outras ferramentas disponibilizadas pela empresa, contribui para nosso desenvolvimento profissional”, comenta Graziella.
Sobre a CTG Brasil
A CTG Brasil trabalha para desenvolver o mundo com energia limpa em larga escala. Segunda maior geradora privada de energia do País, conta com a dedicação de seus talentos locais e está comprometida em contribuir com a matriz energética brasileira, pautada pela responsabilidade social e respeito ao meio ambiente. A empresa tem investimentos em 17 usinas hidrelétricas e 11 parques eólicos, com capacidade instalada total de 8,28 GW. Criada em 2013, é parte da China Three Gorges Corporation, uma das líderes globais em geração de energia limpa.
Por CTG BRASIL
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Hoje é Dia: Tom Jobim e Bossa Nova são destaques
Propaganda

CIDADES

Primeiros veículos da história das coordenadorias regionais de Educação são entregues pelo governador

Publicados

em

O Governo de Mato Grosso do Sul concretizou nesta terça-feira (25) mais um plano de investimentos na área da Educação. Para melhorar o trabalho realizado pelas Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) com as escolas estaduais de todo o Estado, 12 veículos oficiais foram entregues aos servidores da SED (Secretaria de Estado de Educação).

Esta é a primeira vez na história que as CREs recebem veículos do Governo do Estado. As coordenadorias sempre existiram no papel, mas só passaram a funcionar a partir de 2015, ano de início da primeira gestão do governador Reinaldo Azambuja.

Veículos estão devidamente adesivados para serem usados no trabalho das CREs

“2022 é um ano de materialização dos nossos sonhos, do MS Alfabetiza, do novo ensino médio, do novo currículo e das Regionais equipadas. O que seria, governador, das escolas, na pandemia, durante dois anos, se não fossem as Regionais? Nós não podíamos sair daqui (Campo Grande), mas as Regionais monitoraram e acompanharam todas as escolas. E esses anos todos, (os coordenadores) foram com os carros deles, apesar do repasse do combustível. Agora, eles têm os carros oficiais”, discursou a secretária da SED, Cecilia da Motta, na cerimônia de entrega dos automóveis, realizada no pátio da Secretaria.

Leia Também:  Na linha de frente, ucranianos se preparam para possível ataque da Rússia

Com adesivos de identificação, os 12 veículos foram entregues para as coordenadorias de Aquidauana (CRE-1), Campo Grande – Metropolitana (CRE-2), Corumbá (CRE-3), Coxim (CRE-4), Dourados (CRE-5), Campo Grande – SED (CRE-6), Jardim (CRE-7), Naviraí (CRE-8), Nova Andradina (CRE-9), Paranaíba (CRE-10), Ponta Porã (CRE-11) e Três Lagoas (CRE-12). O investimento total foi de R$ 1.065.114,00.

“Nesses sete anos de Governo, construímos uma grande parceria com as 79 cidades. E na Educação, as coordenadorias regionais são uma inovação, pois aproximam um pouco mais as escolas. Nesse tempo, também mexemos nos prédios, nos laboratórios e na estrutura das escolas tempo integral, já que vamos ter 60% da rede integral até o final de 2022. Educação é o todo. Estamos fortalecendo nossa política educacional em Mato Grosso do Sul“, falou o governador.

Reinaldo do Azambuja ainda destacou os investimentos na frota do Estado, em todas as áreas. “Só no ano de 2021, nós entregamos 723 veículos, isso dá dois veículos por dia, entregues para vários setores do Governo. Agora, iniciamos o ano com esses veículos da SED, daqui uns dias vamos estar na segurança pública com mais de 300 viaturas e depois vamos voltar para cá entregar mais ônibus escolares para os municípios. Isso melhora as estruturas”, completou o governador.

Leia Também:  Mais de 3 mil colaboradores são mobilizados com o programa Agente do Bem em Ribas do Rio Pardo (MS)
Entrega foi realizada no pátio da SED

Qualidade na educação

Professora Cidinha, da CRE-10 (Paranaíba)

Chefe da CRE-10 (Paranaíba) desde a instalação em 2016, a professora Maria Aparecida Eufrásia da Silva, conhecida como professora Cidinha, falou da importância dos veículos para o trabalho realizado nas escolas, como visitas técnicas para orientações e atendimento às questões da rotina escolar.

“As coordenadorias trouxeram para nós uma aproximação com as escolas nas diversas regiões do Estado. Com a entrega desses veículos, poderemos trabalhar mais juntos das escolas, cumprindo o objetivo e a política da SED de dar qualidade para a educação pública de Mato Grosso do Sul”, explicou.

A CRE-10 atua em seis munícipios, com 16 escolas e um centro de educação profissional.

Mais veículos

Também foram entregues nesta segunda-feira (25) pelo governador Reinaldo Azambuja e pela secretária Cecilia Motta cinco veículos Renault Duster Oroch para a SED, em um investimento de R$ 584 mil. Somando os investimentos, os 12 carros das CREs mais os 5 automóveis da SED custaram R$ 1,6 milhão.

Ainda prestigiaram a cerimônia de entregas os secretários Eduardo Riedel (Infraestrutura), Eduardo Rocha (Governo e Gestão Estratégica) e Édio Resende (adjunto da Educaçã0), além do deputado estadual Paulo Duarte.

Coordenadores agora vão usar veículos oficiais e não mais os carros particulares

Bruno Chaves, Subcom
Fotos: Chico Ribeiro

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA