ACONTECEU

INUSITADO – Mulher chuta tampa do caixão e interrompe o próprio funeral (vídeos)

2ª vítima de motorista bêbado, peruana estava suando dentro do caixão

Publicados

em

Rosa Isabel Cespedes Callaca, de 36 anos, assustou familiares durante o próprio funeral que acontecia na terça-feira (26.abr.22), no município de Ferreñafe, no Peru. Ela chutou a tampa do caixão durante seu cortejo.

“Minha tia chutou a tampa do caixão e todo mundo assustado abriu [o caixão]. A polícia chegou. Tiveram que tirá-la e levá-la para o Hospital Referencial. Tinha pulso, mas estava muito baixo”, disse a sobrinha à mídia peruana.

Um vídeo compartilhado por internautas mostra o momento em que agentes da Polícia Nacional tiraram o corpo do cemitério e o levaram em uma van para o Hospital. Veja:

Os oficiais levaram Rosa ao hospital referencial do município e confirmaram que  ela tinha pulso, embora fossem leves, porque sua saturação era de 5 pontos, mas ela “estava viva”.

Socorristas realizando manobras de ressuscitação em Rosa. Foto: Reprodução Socorristas realizando manobras de ressuscitação em Rosa. Foto: Reprodução 

Os socorristas, então, realizaram manobras para melhorar o seu estado de saúde, porém, poucas horas mais tarde, os médicos confirmaram a morte de Rosa.

Após a confirmação de morte no Hospital, o corpo foi novamente conduzido ao cemitério de Ferreñafe.

Os socorristas de Ferreñafe disseram que provavelmente o corpo de Rosa Céspedes teve um distúrbio tardio no sistema nervoso caracterizado por perda momentânea de mobilidade (voluntária e involuntária) e da sensibilidade do corpo.

A Justiça do Peru, no entanto, iniciou uma investigação para saber se a mulher realmente morreu na segunda-feira, 25 de abril, ou se foi um erro da equipe de saúde.

Leia Também:  Na primeira semana, aeródromo de Santa Maria registrou média diária de seis operações noturnas

CAUSA DA MORTE 

A motocarregadeira da família em meio ao canavial na tarde do acidente. Foto: Reprodução motocarregadeira da família em meio ao canavial na tarde do acidente. Foto: Reprodução 

Rosa foi a 2ª vítima de Anthony Javier Quintana Dávila, de 31 anos, que bêbado, dirigindo uma Picape atropelou a motocarregadeira em que estava Rosa, seus filhos, seu esposo Héctor Rodríguez Bernilla, de 43 anos, e seu cunhado, Luis Rodríguez Bernilla, de 33 anos — este último, morreu  no momento em que foram atingidos pela Picape, por volta das 18h do sábado (23.abr.22), na estrada que liga a cidade de Chiclayo e o distrito de Picsi. Rosa, o esposo e os filhos foram socorridos com vida.

A polícia peruana confirmou que após realizar o teste de dosagem de etil (qualitativo) no motorista Anthony, deu positivo. Ele foi preso e está na delegacia de Picsi até que o representante do Ministério Público determine sua situação legal. Veja o vídeo do local do acidente:

POR QUE ELA ‘ACORDOU’?

Isso por ter ligação com a súbita causa de ferimentos que levaram à morte. O cunhado de Rosa, Luis Rodríguez Bernilla morreu dois dias antes dela, devido aos ferimentos do acidente.

“Nós entendemos que eles tinham declarado, pois o paciente tinha falecido, mas quando a levaram a avaliar ainda estava saturando. Neste momento, só temos versões não oficiais. Entenda que devemos analisar a história clínica, porque é o documento legal sobre o qual serão tomadas ações”, explicou o gerente regional de Saúde, Alípio Rivas Guevara. Além disso, mencionou que este é o primeiro caso deste tipo que acontece na cidade.

Leia Também:  Paróquia São João Batista celebra aniversário do município de Selvíria

“É muito estranho o que nos aconteceu, parece que eles brincaram com a nossa dor. Nós queremos que tudo seja esclarecido porque ficamos bastante angustiados”, anunciou parentes. A família não descarta realizar uma exumação do corpo da mulher para saber o real motivo da sua morte.

QUEM ERA ROSA?

A mulher era dona de casa e mãe de três meninos, de 5, 11 e 17 anos, que ficaram gravemente feridos no acidente e estão internados com politraumatismos diversos. Eles ainda não sabem da morte da mãe.

Rosa estava viajando com a família quando o veículo os atingiu violentamente, arremessando a motocarregadeira para um canavial, após diversas capotagens.

O QUE É MOTOCARREGADEIRA ?

É um motocicleta com motor de 200cc que não usa corrente, tem marcha ré e tem uma caçamba atrás para carregar coisas. Em cima desta caçamba foi adaptado um assento e o teto, de forma que ele “virou” um motokar que ainda tem espaço atrás para levar carga. Depois desta adaptação este meio de transporte passou a ser chamado  “super machito”. Este é o termo que usam no Peru.

Uma motocarregadeira.

 

Por TERO QUEIROZ

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ACONTECEU

Mulheres são campeãs do Festival de Pesca de Águas do Miranda

Publicados

em

Três mulheres entre 48 e 52 anos foram as campeãs do 1º Campeonato de Pesca Esportiva de Águas do Miranda, distrito de Bonito, disputado no sábado (14). A equipe fisgou o maior exemplar de espécie nobre de peixe, um jaú, superando um dia difícil de pescaria devido às mudanças climáticas na região, culminando com uma chuva no período da tarde.

O torneio foi promovido pela prefeitura de Bonito, com o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Turismo (Fundtur/MS), e contou com a participação de 45 equipes e 120 pescadores, a maioria do Estado. A realização do evento integra o plano municipal de desenvolvimento do turismo no distrito para tornar a pesca esportiva novo produto de Bonito.

“Não foi fácil ganhar esse festival porque a água estava fria e o peixe não come, mas a gente teve paciência e esperou esse jau”, diz Andréia Cristina Souza, 50, integrante da equipe campeã. Ela trabalha como piloteira em um atrativo do distrito e pesca há 20 anos.

Pesca em família

Suas companheiras – Silvia Aparecida Lourenço, 48, e Maria Aparecida Souza, 52 – também conhecem as águas do Rio Miranda como poucos. Elas integram famílias de pioneiros na região, vindos do Paraná. Maria Aparecia (Cida) viveu na barranca do rio, vendeu peixe na beira da MS-345 (antiga Estrada do 21) e tornou-se empresária em hotelaria e gastronomia.

Leia Também:  Na primeira semana, aeródromo de Santa Maria registrou média diária de seis operações noturnas
Casal do distrito ganhou o motor de 15 HP e festeja o prêmio com o prefeito Josmail Rodrigues e organizadores do torneio

“Nosso objetivo era fisgar um dourado, mas a queda da temperatura e depois a chuva limitaram a pescaria. Mas foi divertido e ganhar esse festival foi bom demais”, conta ela, que guarda como troféu na parede de seu restaurante uma foto com um pacu de 16,5 quilos capturado com anzol de galho no Miranda, há uma década.

Para o prefeito de Bonito, Josmail Rodrigues, o festival foi um sucesso: “estamos iniciando um projeto de fomento ao turismo no distrito, focando na pesca em família, criando mais um bom produto com a facilidade de acesso pela MS-345, cujo asfaltamento é nossa gratidão ao governador Reinaldo Azambuja e ao secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel”, disse.

Isaac ganhou um caiaque no sorteio

Sorteio de prêmios

A premiação da prova adulta foi realizada na noite de sábado, no centro do distrito, com a presença do prefeito e da secretaria municipal de Turismo, Juliane Salvadori. Na sequência, a comunidade e os turistas assistiram ao show do grupo Tradição.

Leia Também:  Mulheres são campeãs do Festival de Pesca de Águas do Miranda

Na oportunidade, foram sorteados os prêmios especiais: o barco de seis metros ficou com a equipe formada por João Batista da Silva Roberto Benites e Arcanjo Junior de Campo Grande. O motor 15 HP ficou para a equipe formada pelo casal Wagner Souza Lima e Elaine lima, de Águas do Miranda. Neste domingo, foi realizada a prova infanto-juvenil – idade entre 5 e 16 anos de idade.

Neste domingo (15), o campeonato infantil, realizado na barranca do Rio Miranda, reuniu um grande número de crianças e jovens de 5 a 16 anos de idade, encerrando o grande evento em Águas do Miranda. O pequeno pescador Isaac Emmanuel Vilanova Colman fisgou um pacu, mas não foi o vencedor do torneio. No entanto, foi sorteado e ganhou o prêmio (um caiaque) patrocinado pela prefeitura de Bonito.

Texto: Subsecretaria de Comunicação (Subcom)
Fotos: Chico Ribeiro

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

SELVÍRIA

ACONTECEU

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA